Banner Governo do estado Obras Regionais
Contador
Em cima da hora:
População detém suspeito de roubar menor no Centro de São Carlos, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Incêndio na Feira da Madeira pode ter sido criminoso

    “Inclusive, ontem (terça-feira), foi veiculada uma matéria na TV Subaé falando sobre as madeiras que ficavam armazenadas em cima das calçadas. Quando nesta madrugada, acontece


    Incêndio na Feira da Madeira pode ter sido criminoso
    Fotos Mário Sepúlveda
     

    Comerciantes da Feira da Madeira estão suspeitando que o incêndio que destruiu três depósitos pode ter sido criminoso, já que moradores do bairro Serraria Brasil estavam fazendo reclamações constantes de que os depósitos colocavam material nas calçadas, dificultando passagem de pedestres.

    “Inclusive, ontem (terça-feira), foi veiculada uma matéria na TV Subaé falando sobre as madeiras que ficavam  armazenadas em cima das calçadas. Quando nesta madrugada, acontece o incêndio, é muita coincidência”, frisou um dos comerciantes, que não quis ser identificado.

    O Incêndio

    Um suposto curto circuito pode ter provocado um incêndio de grandes proporções que destruiu três depósitos de madeira na Rua Fernando Ferrari, no bairro Serraria Brasil, localidade conhecida como “Feira da Madeira”. Uma residência que ficava vizinha aos estabelecimentos foi atingida e precisou ser evacuada rapidamente.
     
    Segundo informações, por volta das 3h da madrugada desta quarta-feira (30), as chamas se iniciaram na Madeireira Rocha e logo se alastraram para a Madeireira Confiança e a Bom Preço. Nos galpões, havia muita madeira armazenada, o que contribuiu para que o fogo se propagasse rapidamente.
     
    De acordo como o tenente-coronel Manoel Antunes, comandante do 2º Grupamento de Bombeiro Militar, cerca de quarenta brigadistas participaram do trabalho de debelar o incêndio que, segundo ele, encontrasse controlado. “Agora precisamos fazer o resfriamento do local, para em seguida, com o auxilio de uma retroescavadeira, terminar nosso trabalho. Entretanto, por se tratar de madeira o trabalhado do Corpo de Bombeiros é dificultado e poderemos permanecer no local por alguns dias”, explicou.

    O comandante informou ainda que no bairro não havia hidrantes para o reabastecimentos dos veículos Auto-Bomba Tanque (ABT) e foi preciso o auxilio de caminhões pipa do Exercito, Embasa e do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).
     
    “A falta dos hidrantes foi suprida com a ajuda dos carros pipas. O único equipamento que encontramos foi próximo ao hospital EMEC na avenida Maria Quitéria, o que inviabilizou nosso trabalho”, concluiu.



    Comentários


    02/05/2014 as 23h08m
    tst escreveu:
    Na minha opinião, há muito tempo os comerciantes da feira da madeira deveriam em conjunto ter pessoas (24h)ou profissionais adestrados para combater os principios de incêndio ou até mesmo ter reservatórios de água para estes tipos de situações como rege a legislação das normas regulamentadoras(NR 23)...é lamentável a perda para os comerciantes e consumidores.Vamos acordar e imaginar que estamos vuneráveis a diversas circunstâncias... prevenção é o melhor,pois o prejuizo as vezes é imensuráveis.
Publicidade
Anuncie Aqui!
FBI Investigação
Banner IPTU
Centrão
Mariana
Spaço Sorriso
Banner Governo do Estado
Jobope
Auto Escola Trindade
Banner Governo do estado Obras Regionais
Auto Escola Farol
Escola de Enfermagem
Consorcio de Caminhão
Point Cell
Contador
Banner Governo do Estado
Advogado Sepúlveda
Capitão
Banner - Kamila - Grafica
Colégio Intelecto
Trayler
Haste
Auto Peças Brasil
ACC Material de Construção
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Eventos