Banner Governo ESTADO HEC
Contador
Em cima da hora:
Queda de energia em Brotas deixa serviço da Defesa Civil fora do ar
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Polícia Federal deflagra Operação Sarepta contra o tráfico de drogas interestadual


    Polícia Federal deflagra Operação Sarepta contra o tráfico de drogas interestadual
    Fotos Polícia Federal

    A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta terça-feira (26) a Operação Sarepta, que visa a desarticulação de uma organização criminosa especializada no tráfico interestadual de drogas e lavagem de capitais. Segundo a PF, estão sendo cumpridos 27 mandados em cidades na Bahia, Rondônia e São Paulo. Entre as cidades baianas estão, Itabuna, Jequié e Camaçari.

    Ao longo das investigações, iniciadas em janeiro de 2018, a PF identificou a apreensão de duas cargas de entorpecentes ocorridas nas cidades de Itabuna e São Paulo, totalizando aproximadamente 140 kg de cocaína.

    Conforme as informações da PF, as drogas eram remetidas de Porto Velho e Ariquemes para a Bahia e São Paulo. Os entorpecentes eram escondidos no interior de peças metálicas de chumbo, para burlar qualquer tipo de fiscalização, as quais eram transportadas por empresas de boa-fé e sem participação no esquema criminoso.
    Para a lavagem do dinheiro ilícito obtido com a venda das drogas, a investigação apontou que os investigados adquiriram diversos imóveis, gados e veículos, sendo que alguns caminhões eram locados a órgãos públicos com o intuito de aparência de legalidade ao dinheiro ilícito no interior do Estado de Rondônia.

    Além das prisões e buscas, a Vara de Delitos de Tóxicos de Porto Velho/RO determinou o bloqueio de contas bancárias e bens dos investigados, além do sequestro de imóveis, veículos e gados.

    O principal investigado e líder do grupo criminoso, além de suas atividades com a compra e venda de gado e aluguel de máquinas adquiridas com o dinheiro ilícito, é proprietário de uma loja de aparelhos celulares na cidade de Ariquemes, em Rondônia, utilizada para a emissão de notas fiscais falsas e para a lavagem de capitais.

    Ainda de acordo com a PF, os presos, que responderão pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro, foram encaminhados para as unidades prisionais, onde permanecem à disposição da Vara de Delitos de Tóxicos.

    Fonte: Bahia Noticias



    Comentários


    01/03/2019 as 01h37m
    Anônimo escreveu:
    Passa aqui no feira x . Que vocês vão ver muito mais
Publicidade
Anuncie Aqui!
Colégio Intelecto
Banner - Kamila - Grafica
FBI Investigação
Auto Escola Trindade
Auto Peças Brasil
Terminal Rodoviário
Trayler
Excel Radiador
Mariana
Banner Positivo
Banner Governo ESTADO HEC
ACC Material de Construção
Capitão
Haste
Contador
Point Cell
Auto Escola Farol
Banner Prefeitura - Mobilidade
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Eventos